Epictetus

Epictetus is reminding you that serenity and stability are results of your choices and judgment, not your environment. If you seek to avoid all disruptions to tranquility—other people, external events, stress—you will never be successful. Your problems will follow you wherever you run and hide. But if you seek to avoid the harmful and disruptive judgments that cause those problems, then you will be stable and steady wherever you happen to be.

Estava lendo essa passagem e me fez refletir de como isso é verdade. Muitas pessoas que conheço ainda tem aquela falsa esperança de que se mudarem de país os problemas acabam.

Claro que não podemos ser hipócritas e não compreender de que alguns países oferecem mais benefícios do que outros mas tudo tem prós e contras.

Um amigo há muitos anos por exemplo, se mudou para o Canadá, um país com ótima infraestrutura, educação e sistema de saúde pública. Desde que conheço ele sempre percebi que haviam problemas mais profundos não bem resolvidos dentro da pessoa.

Isso claramente foi se seguindo ele. Atualmente ainda vive com diversas crises existenciais e realmente o lugar onde você vive não vai consertar tudo.

Outros amigos que moravam na Califórnia querem se mudar para Miami e acreditam que aqui vão encontrar a solução dos problemas deles. E claramente as expectativas que eles tem não vão ser resolvidas aqui. Você não vai conseguir ter a vida do seu passado ou que você sempre idealiza na sua cabeça.

Viver é complexo e é uma arte viver.

Meditação 2022

Desde o ano passado tenho de algumas maneiras introduzir a meditação no meu dia-a-dia. Não conseguia sentir os efeitos imediatos de meditar mas este ano estou me concentrando mais para utilizar 5 ou 10 minutos do meu dia para refletir.

Hoje comecei uma meditação que falava sobre kindness, e me lembrou muito o que minha esposa tem naturalmente. Em uma parte da meditação o app me guiou a pensar como eu era como criança e seu eu pudesse segurar eu criança no colo e falar o que eu diria?

Ele partiu do principio de que toda criança quer ser feliz, ter liberdade e ser amada. No momento que comecei a refletir meu filho Oscar segurou a minha mão. Ele estava brincando mas disse: papai está dormindo.

Essa conexão de pensar em mim mesmo criança e meu filho segurando minha mão foi muito boa. Difícil de descrever a sensação mas eu daria muito mais suporte emocional ao meu eu criança e muito mais amor e dizer que tudo ficará bem.

A vida é muito complexa e nós fazemos ela mais complexa. Tirar alguns minutos para refletir te faz priorizar o que é importante na vida.

Obrigado Daphne (mamãe) e Oscar (meu filho). Amo vocês.

Tornando-se um UX unicórnio

O que acontece quando um designer de longa data decide aprender a codificar novamente?

Unicórnio 🦄 é a palavra mais usada no mundo de tecnologia, e refere-se a startups privadas com um valor de $ 1 bilhão de dólares ou mais.

Também é usado para definir um super-humano com capacidades de design e programação, conduzir pesquisas de usuário, criar estratégias de negócios, escrever e outros superpoderes.

🤓 Comecei minha carreira em tecnologia programando.

Meu primeiro estágio foi na Matrix, não o filme, parece engraçado hoje mas aprendi muito nessa empresa no Brasil.

Matrix cria 🔨 software para hospitais 🏥 e clínicas médicas, usando uma linguagem comum em seu setor chamada MUMPS, um padrão adotado pelo governo dos EUA anos atrás (procure no 🦆🦆 DuckDuckGo – desculpe, eu não uso o Google como mecanismo de pesquisa).

Desde então, a habilidade de programação sempre me ajudaram a construir essa ponte entre desenvolvedores e designers.

📐 Compreender código de programação torna você um designer melhor. Você vê o valor de organizar layers em uma hierarquia correta e renomeá-la corretamente – uma boa explicação de como usar frames no Figma.

😥 Uma coisa de que lamento na minha carreira foi parar de programar e sentia falta da sensação de dar vida aos meus designs.

Em 2021, decidi ingressar no bootcamp de Desenvolvimento Web na Ironhack para atualizar minhas habilidades. Foi uma ótima experiência revisar conceitos e aprender novas tecnologias.

Meu projeto final foi uma inspiração antiga na 🎤 indústria da música e foi eleito ✅

🏆 Projeto Escolhido pelo turma
🏆 Vencedor do Ironhack Hackshow

Estou feliz por ser selecionado entre tantos projetos incríveis e todos os amigos que fiz e trabalhei juntos nos projetos.

Como me sinto agora?

Sinto que tenho muito a aprender e essa experiência aumentou minha energia e confiança para programar.

Considerações finais 🤔

Preciso comprar:

🖥 Monitor super widescreen
⌨️ Teclado mecânico
E…

Seja curioso e fique com fome porque o conhecimento necessário para unicórnios 🦄 🌈 está sempre se expandindo.

Obrigado Hel·lena Prat, José Carneiro e Stefano Santonocito por tornar esta experiência incrível.

Reaprendendo a respirar

De um tempo pra cá eu tenho me interessado cada vez mais pelo yoga. Não somente a parte física mas também a parte da filosofia e outros aspectos como meditação e respiração.

Depois de acompanhar o trabalho da Marina Nagata pelo Instagram, marcamos um dia para ter uma introdução sobre respiração.

É muito interessante pensar que fazemos isso naturalmente mas vamos desaprendendo a respirar durante a vida, causando muita ansiedade e outros malefícios a nossa saúde.

Vou começar a aplicar alguns dos exercícios sugeridos pela Marina e em breve compartilho mais os resultados aqui.

✋ Parou no tempo

Sou um grande fã do aplicativo Things. O design deles para um task list sempre foi muito superior mas hoje em dia tenho repensado e aberto a minha mente para novos apps.

Nos últimos anos muitos apps perderam clientes de forma brutal. Se comparar o Evernote com o Notion e o Sketch com o Figma, você consegue ver como os produtos pararam no tempo.

Até enviei um email para o Things para saber se eles vão atualizar com mais frequência e ter funcionalidades mais atuais.

  • Mais colaborativo
  • Visualizar em modo Kanban
  • Integração com Zapier ou IFTTT.

Entre outras funcionalidades.

Van Life e os nômades digitais

Este final de semana passado, depois de muito tempo, conseguimos sentar para assistir o filme NOMADLAND que me recomendaram há muito tempo.

No Instagram, YouTube e outras redes você sempre encontra essa trend de #vanlife or #schoolbus #digitalnomad e temas parecidos.

Mas será que este estilo de vida #vanlife foi feito pra você?

A Ruth que trabalha comigo na Ironhack já teve essa experiência no passado junto com o namorado e viajaram por diversos lugares na Europa.

Depois de pequisar e conversar com pessoas como a Ruth cheguei em algumas conclusões pessoais:

  • Custo: Atualmente comprar uma van bem equipada acaba custando o preço de uma casa.
  • Conexão de internet para trabalhar é péssima e muito cara
  • Custo da gasolina somado a custo de estacionar em alguns lugares vai deixar mais caro do que o aluguel.
  • Em algumas cidades você vai preferir ficar em pousadas e até a pequena estrutura é melhor que uma van e com isso você vai acabar gastando mais dinheiro.
  • Usar o banheiro não é tão fácil como parece.

Se você acredita que isso ainda é pra você recomendo você testar essa vida alugando alguma van temporariamente usando o Camplify e outras plataformas para o seu próximo vancation.

Assuntos sobre UXUI toda semana

Há algum tempo atrás decidi começar um novo formato para me conectar com meus alunos na Ironhack, e acabei criando o UXUI.email, uma newsletter semanal (em inglês) com assuntos sobre este universo.

Desde que comecei recebi vários comentários positivos e vou manter essa minha rotina compartilhando mais sobre o assunto.

Também acabei atualizando o site da Esc Design com um novo template para compartilhar mais recursos.