A Partida

A imagem do meu pai partindo em uma cadeira de rodas para a sua aposentadoria na Coréia vai ficar gravado em minha memória.

A pandemia impactou todo mundo e mudou o plano de muita gente, meu pai estava planejando em se mudar para a Coréia do Sul antes da pandemia mas toda as circunstâncias mundiais de saúde adiaram isso por quase 3 anos.

A última vez que vi meu país pessoalmente tinha sido quando fui fazer meu visto de trabalho em São Paulo. Depois disso a pandemia não contribui em nossos planos de visitar a família no Brasil.

Essa última semana coincidiu com o break que tenho no trabalho e isso facilitou para que pudéssemos passar mais tempo em família.

Com certeza para o meu pai foi um momento especial onde ele pode ver o neto pela primeira vez na vida.

Durante a minha vida acabei criando uma camada de proteção pessoal para que os problemas familiares que tanto sofri em minha vida não pudesse me abalar ou atrapalhar o curso da minha vida.

3 gerações assistindo ao Monster Truck

Meu pai foi de longe um pai exemplar que todos imaginam e até tento entender o contexto da vida dele. Uma família de imigrantes em outro país. Vindo de um país pós-guerra, sem estrutura, sem educação formal.

Nas poucas palavras que trocamos no aeroporto meu pai me disse que estava muito feliz e tranquilo de ver que hoje tenho uma esposa maravilhosa e paciente, e temos criado o Oscar com liberdade para ele se tornar o que ele quiser na vida dele. Sem preconceitos e sem regras da sociedade.

Durante a semana tentei também manter muito a minha paciência e também consegui identificar padrões de comportamento do meu pai que não quero replicar para o meu filho.

Com muita ajuda da Daphne aprendo muito sobre a psicologia infantil e o que ou porque devemos fazer certas coisas e outras evitar totalmente. Um padrão que meu pai repetiu diversas formas foi falar sobre “perder” ou “vai embora” para o Oscar, algo que deve ser evitado pois ele ainda está entendo alguns conceitos e ficar reforçando essas ações não vai criar um elo de confiança com os adultos que ele precisa ter uma relação de confiança na vida.

3:40 AM

Chegamos cedo no aeroporto.

Por uma coincidência consegui parar no estacionamento 1D que fica bem em frente ao portão 22, onde fica o check-in da Delta.

Fui comprar 2 cafés pretos e comprei um english muffin com ovos e queijo para o meu pai comer antes de embarcar no Dunkin, a única opção aberta no aeroporto.

No final o cara do Dunkin me cobrou 2 lanches e levei para o meu pai. Ele não quis comer o segundo lanche e nem levou com ele. E basicamente jogou fora.

O café está demasiadamente quente.

Uma moça do serviço de acessibilidade do aeroporto apareceu e nos levou até o check-in.

Descobrimos que o voo de Miami para Atlanta foi cancelado e a partida será as 10 da manhã o que vai fazer ele perder o voo da Coréia até Incheon.

Mudaram toda a papelada e deixaram ele de stand-by para o voo da 6:10. Caso ele embarque tudo vai ficar certo.

Search & Find

A guerra

Durante a semana falamos sobre a guerra e principalmente depois que visitamos o Maternity Center, onde a Carol que fez o parto do Oscar sempre nos disse que morou 2 anos de sua infância na Coréia.

O pai da Carol era do exército americano e ela morou na base militar. Ela se lembra de muitas coisas e disse que do lado de dentro da base as casas eram lindas e bem cuidadas, do lado de fora as pessoas passavam fome, não tinha eletricidade, e TV.

A Coréia pós-guerra tinha sido destruída com a invasão do Japão. O general McArthur do exército americano disse que levaria pelo menos 100 anos para a Coréia se erguer novamente.

Levou menos, muito menos. Mas levou muito trabalho. Muita dedicação de um povo todo.

Apesar de ter sido criado no Brasil e muito descolado da cultura coreana, vejo a importância de se reconectar com a minha origem.

Vou proporcionar essa experiência aos meus filhos e levar eles para passar temporadas na Coréia, assim vão conhecer mais sobre a cultura de onde vieram e saber valorizar o mundo ao seu redor.

A própria Carol nos disse: Os americanos são muito mimados, eles não entendem o problema de outros países.

Dividindo um Oat Ice Latte

A Carol comentou que ela se lembra de um orfanato gigante onde tinham muitas crianças abandonadas de americanos com coreanas, muitas vítimas de estupro durante a guerra e por isso não gostariam de manter os filhos e também pela cultura coreana a mulher não quer ser mãe solteira. Ela se lembra até do cheiro da comida, uma papinha de arroz que pra ela tinha um cheiro de oatmeal.

Ela comentou que quando criança ela desejava voltar para a Coréia para adotar todas aquelas crianças abandonadas.

Estes últimos dias o mundo está vendo uma guerra acontecendo na Ucrânia, e com toda as redes sociais fica muito evidentes tudo o que acontece.

Mas se compararmos ao o que aconteceu na Coréia é até impensável o que foi feito com o país, totalmente destruído e em ruínas.

Claro que hoje entendo muito mais o porque tantos coreanos de gerações anteriores odeiam os japoneses. Meus avós foram proibidos de falar coreano em seu próprio país e aprenderam japonês na escola.

Mulheres da geração da minha avó foram feitas de escravas sexuais de soldados japoneses.

Coreanos ao redor do mundo ficaram sem nação pois o Japão não reconhecia eles como cidadão e por isso muitos coreanos se tornaram escravos em fazendas no México, Cuba e outros países.

Para mim é intrigante ver todo esse Asian fever, e a tara que as pessoas brancas tem pelo Japão. Literalmente um fetiche sem fim. Mas o que o Japão fez com a Coréia foi terrível e muito pior do que as últimas guerras que são televisionadas atualmente.

Ideias valem 1 centavo a bacia

Apesar da idade e de falhar como empresário de negócios, meu pai sempre tem a veia empreendedora ou melhor dizer sonhadora.

Ao longo da minha vida aprendi que execução vale muito mais do que a ideia.

Tantas ideias maravilhosas que sem um plano de execução não vale nada.

Com seu jeito autoritário, meu pai me fez escutar até as onze da noite a ideia que ele tem de fazer uma café de chocolates na Coréia e ele quer basicamente levar a Kopenhagen para a Coréia.

Quando questionei sobre o mercado local, quem poderia fazer esse tipo de expansão ele se irrita e diz que eu estou negando as ideias. Mas sendo sincero em qualquer reunião de negócio vão perguntar coisas básicas assim. Ou seja, sem um plano de como executar não adiantar nem sentar com o Papa para falar.

E essa forma de abordar assunto, me traumatizou desde cedo. Meu pai sempre tinha brigas constantes com minha mãe na cozinha quando éramos pequenos. Sempre forçou ela a escutar esse tipo de ideia sendo que minha mãe que trabalhava sozinha para sustentar 3 filhos e precisava acordar cedo.

Na melhor forma o ideal é só concordar para não gerar conflitos. Mas infelizmente você consegue ver um padrão que repete até hoje na vida dele. E isso faz afastar as pessoas ao redor.

Primeira manhã em Miami levando a Lua para passear

Futuro

Sinceramente não sei se vou ver meu pai pessoalmente mais uma vez na vida.

Só desejo que ele tenha uma vida tranquila e ele não arrume mais confusão.

O que sei é que sem suporte familiar é muito difícil crescer e se tornar uma pessoa boa.

Tenho observado em vida o quão importante uma família estruturada faz diferença para uma pessoa. A sorte que algumas pessoas ainda tem de receber ligações do pai ou da mãe. A Daphne tem essa conexão com a mãe, algo que eu não tenho e por isso talvez não entenda muito bem.

Sei que com o Oscar e nossos futuros filhos quero tem essa conexão próxima e dar todo o meu apoio e suporte para a vida deles.

Estar presente vale mais do que qualquer dinheiro.

Tanta gente com dinheiro e tem uma carreira de sucesso, mas pra mim se você não tem uma família de sucesso você já falhou.

Vi o Romero casar, tiver uma filha e em menos de 2 anos separar.

Vi o Marcão que é praticamente o tio distante da filha pois não está presente e até compra presentes que não são relevantes para a filha.

Você nunca vai comprar a relação com o seu filho.

Ter a definição de sucesso na sua vida é muito importante pois vai ajudar você a definir os valores em sua vida e essas prioridades vão direcionar as suas escolhas.

Oscar e o avô brincado de MagnaTile e Monster Truck

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.